Bloco do Prazer / Balancê (Eu Quero Dançar Com Você) / Massa Real / Festa do Interior [Ao Vivo]

Gal Costa  Buy

FAVORITE (0 fans)

Gal Costa

Gal Costa (born Maria da Graça Costa Penna Burgos on September 26, 1945, in Salvador, Bahia) is a Brazilian singer of popular music. more »


 Become A Better Singer In Only 30 Days, With Easy Video Lessons!

Pra libertar meu coração
Eu quero muito mais
Que o som da marcha lenta
Eu quero um novo balancê
O bloco do prazer
Que a multidão comenta
Não quero oito nem oitenta
Eu quero o bloco do prazer
E quem não vai querer?

Mamãe mamãe eu quero sim
Quero ser mandarim
Cheirando gasolina
Na fina flor do meu jardim
Assim como o carmim
Da boca das meninas
Que a vida arrasa e contamina
O gás que embala o balancê

Vem, meu amor feito louca que a vida 'tá pouca
E eu quero muito mais
Mais, que essa dor que arrebenta a paixão violenta
Oitenta carnavais

Vem, meu amor feito louca que a vida 'tá pouca
E eu quero muito mais
Mais, que essa dor que arrebenta a paixão violenta
Oitenta carnavais

Pra libertar meu coração
Eu quero muito mais
Que o som da marcha lenta
Eu quero um novo balancê
O bloco do prazer
Que a multidão comenta
Não quero oito nem oitenta
Só quero o bloco do prazer
E quem não vai querer?

Mamãe mamãe eu quero sim
Quero ser mandarim
Cheirando gasolina
Na fina flor do meu jardim
Assim como o carmim
Da boca das meninas
Que a vida arrasa e contamina
O gás que embala o balancê

Vem, meu amor feito louca que a vida 'tá pouca
E eu quero muito mais
Mais, que essa dor que arrebenta a paixão violenta
Oitenta carnavais

Vem, meu amor feito louca que a vida 'tá pouca
E eu quero muito mais
Mais, que essa dor que arrebenta a paixão violenta
Oitenta carnavais

Ô balancê, balancê
Quero dançar com você
Entra na roda, morena, pra ver
O balancê, balancê

Quando por mim você passa
Fingindo que não me vê
Meu coração quase se despedaça
No balancê, balancê

Ô balancê, balancê
Quero dançar com você
Entra na roda, morena, pra ver
O balancê, balancê

Você que foi minha cartilha
Você foi meu ABC
E por isso eu sou a maior maravilha
No balancê, balancê

Ô balancê, balancê
Quero dançar com você
Entra na roda, morena, pra ver
O balancê, balancê

Eu levo a vida pensando
Pensando só em você
E o tempo passa e eu vou me acabando
No balancê, balancê

Ô balancê, balancê
Quero dançar com você
Entra na roda, morena, pra ver
O balancê, balancê

O balancê, balancê
O balancê, balancê
O balancê, balancê

Hoje eu só quero você
Seja do jeito que for
Hoje eu só quero alegria
É meu dia, é meu dia
Hoje eu só quero amor
Hoje eu só quero prazer
Hoje vai ter que pintar
Só quero a massa real
É o meu carnaval
Hoje eu só quero amar

Hoje eu não quero sofrer
Não quero ver ninguém chorar
Hoje eu não quero saber
De ouvir dizer que não vai dar
Vai ter que dar, vai ter que dar
Esse é o meu carnaval
Vai ter que dar, vai ter que dar
Só quero a massa real

Hoje eu só quero você
Seja do jeito que for
Hoje eu só quero alegria
É meu dia, é meu dia
Hoje eu só quero amor
Hoje eu só quero prazer
Hoje vai ter que pintar
Só quero a massa real
É o meu carnaval
Hoje eu só quero amar

Hoje eu não quero sofrer
Não quero ver ninguém chorar
Hoje eu não quero saber
De ouvir dizer que não vai dar
Vai ter que dar, vai ter que dar
Esse é o meu carnaval
Vai ter que dar, vai ter que dar
Só quero a massa real

Fagulhas, pontas de agulhas
Brilham estrelas de São João
Babados, xotes e xaxados
Segura as pontas meu coração
Bombas na guerra-magia
Ninguém matava, ninguém morria
Nas trincheiras da alegria
O que explodia era o amor
Nas trincheira da alegria
O que explodia era o amor

Fagulhas, pontas de agulhas
Brilham estrelas de São João
Babados, xotes e xaxados
Segura as pontas meu coração
Bombas na guerra-magia
Ninguém matava, ninguém morria
Nas trincheiras da alegria
O que explodia era o amor
Nas trincheiras da alegria
O que explodia era o amor

E ardia aquela fogueira
Que me esquenta a vida inteira
Eterna noite sempre a primeira
Festa do Interior
Ardia aquela fogueira
Que me esquenta a vida inteira
Eterna noite sempre a primeira
Festa do interior, uh

Fagulhas, pontas de agulhas
Brilham estrelas de São João
Babados, xotes e xaxados
Segura as pontas meu coração
Bombas na guerra-magia
Ninguém matava, ninguém morria
Nas trincheiras da alegria
O que explodia era o amor
Nas trincheira da alegria
O que explodia era o amor

ardia aquela fogueira
Que me esquenta a vida inteira
Eterna noite sempre a primeira
Festa do Interior
ardia aquela fogueira
Que me esquenta a vida inteira
Eterna noite sempre a primeira
Festa do Interior, uh

(Brigada São Paulo)
(Te amo)
Uhh
(Brigada)

 The easy, fast & fun way to learn how to sing: 30DaySinger.com

Written by: Moraes Moreira, Fausto Nilo

Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC, Warner Chappell Music, Inc.

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

Discuss the Bloco do Prazer / Balancê (Eu Quero Dançar Com Você) / Massa Real / Festa do Interior [Ao Vivo] Lyrics with the community:

Citation

Use the citation below to add these lyrics to your bibliography:

Style:MLAChicagoAPA

"Bloco do Prazer / Balancê (Eu Quero Dançar Com Você) / Massa Real / Festa do Interior [Ao Vivo] Lyrics." Lyrics.com. STANDS4 LLC, 2020. Web. 2 Jun 2020. <https://www.lyrics.com/lyric-lf/1588853/Gal+Costa>.

Missing lyrics by Gal Costa?

Know any other songs by Gal Costa? Don't keep it to yourself!

Free, no signup required:

Add to Chrome

Get instant explanation for any lyrics that hits you anywhere on the web!

Free, no signup required:

Add to Firefox

Get instant explanation for any acronym or abbreviation that hits you anywhere on the web!

Gal Costa tracks

On Radio Right Now

Loading...

Powered by OnRad.io


Think you know music? Test your MusicIQ here!