A Carne

by Luciano Bhea




A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra

Que vai de graça pro presídio
E para debaixo de plástico
E vai de graça pro subemprego
Pros hospitais psiquiátricos

A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra

Que fez e faz história
Segurando esse país no braço meu irmão
O cabra aqui não se sente revoltado
Porque o revólver já está engatilhado
E o vingador é lento
Mas muito bem intencionado
E enquanto isso esse Brasil vai deixando todo mundo preto
E o cabelo esticado

Mas mesmo assim ainda guardo o direito
De algum antepassado da cor
Brigar por justiça e por respeito
De algum antepassado da cor
Brigar bravamente por respeito
De algum antepassado da cor
Brigar por justiça e por respeito
De algum antepassado da cor
Brigar

A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra
A carne mais barata do mercado é a carne negra
Negra

Written by: Ulisses Cappelletti, Jorge Mario Da Silva, Marcelo Yuka

Lyrics © Universal Music Publishing Group, Warner Chappell Music, Inc.

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

© Lyrics.com