Quando A Gente Chama

by Almir Sater

Almir Eduardo Melke Sater (born November 14, 1956), best known as Almir Sater, is a Brazilian singer-songwriter and actor.




Nanquela casinha branca que eu já nem vejo mais
Ficaram dois olhos tristes, quanta saudade deixei pra trás

Um homem vai caminhando
Ele sempre vai
Atrás dos seus sonhos
Milhas e milhas sempre querendo mais

Sempre desse jeito onde tudo é feito
Na massa do dia
No forno do tempo
No giro do laço
Montado no vento
Cumprindo o destino e um só pensamento chegar

Então chega o dia e depois vai passando
Como uma chalana indo pelo rio
Tudo vem pra gente quando a gente chama
Assim é a vida sem medo, nem dó, nem drama

Os sonhos nos alimentam
A fé nos faz chegar
Ninguém nunca sabe tudo, o que tem no mundo é pra gente achar
Um dia o fim do caminho, do lado de lá
Você verá que a história foi se ajeitando até se ajeitar

Sempre desse jeito onde tudo é feito
Na massa do dia
No forno do tempo
No giro do laço
Montado no vento
Cumprindo o destino e um só pensamento chegar

Então chega o dia e depois vai passando
Como uma chalana indo pelo rio
Tudo vem pra gente quando a gente chama
Assim é a vida sem medo, nem dó, nem drama

Sempre desse jeito onde tudo é feito
Na massa do dia
No forno do tempo
No giro do laço
Montado no vento
Cumprindo o destino e um só pensamento chegar

Então chega o dia e depois vai passando
Como uma chalana indo pelo rio
Tudo vem pra gente quando a gente chama
Assim é a vida sem medo, nem dó, nem drama

Os sonhos nos alimentam
A fé nos faz chegar
Ninguém nunca sabe tudo, o que tem no mundo é pra gente achar
Um dia o fim do caminho, do lado de lá
Você verá que a história foi se ajeitando até se ajeitar

Written by: ALMIR SATER, RENATO TEIXEIRA DE OLIVEIRA

Lyrics © Warner Chappell Music, Inc.

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

© Lyrics.com