Rosa

by Devendra Banhart

Devendra Obi Banhart (born May 30, 1981) is a Venezuelan American singer-songwriter and visual artist. Banhart was born in Houston, Texas and was raised by his mother in Venezuela, until he moved to California as a teenager. He began to study at the San Francisco Art Institute in 1998, but dropped …




Tanto, tanto, tanto claro
E tanto gris
Que é raro, raro, raro, raro
Que seja tanto assim

Sonâmbulo esquilo
Te faço gargalhar, ah

Será que assim eu vou sem ver o que não vi.
Será que penso que me vou ainda fico aqui.

Rubro Rubro Ouro Rimo,
Desnuda o mineral
E qualquer nome lhe foi dado
Assim tá sem pensar

Pensam que não sabem nada
Que tu não pode amar
Dizem que é ver pra crer
E eu vou te explicar, ah

Te tiram da tua cama e
Tua mãe a te buscar
Sem mi lábios
Sem parar
Não pode te encontrar

A vera rosa
Estranha rosa

Finjo Limpo, Limpo Lindo
Sangue é algodão
Montanha, viva, sacra, ferida, doce e celestial

Começa assim com tal tristeza
Termina tudo igual
Tudo igual
Termina tudo igual
Igual

Din-gom-durum
Din-gom-durum (Estranha rosa)
Din-gom-durum

Estranha Rosa

Written by: DEVENDRA BANHART

Lyrics © BMG Rights Management

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

© Lyrics.com