Lyrics.com »

Search results for 'da costa, isaac'

Yee yee! We've found 173 lyrics, 78 artists, and 76 albums matching da costa, isaac.



A Bahia é que é o cais

A praia, a beira, a espuma

E a Bahia só tem uma

Costa, clara, litoral

Costa, clara, litoral

É por isso que o azul
Io e Ghali

Tedua roccia quanta pioggia può scalfirmi
Can you hear me?
La mia coccia, costa, costa, nostra, è NOS frà
Non ti mettere a scannare
En la costa, sobre la arena y bajo el mar 
Se borran dos nombres que jamás se volverán a juntar 
En el coche una canción empieza a sonar 
El
Dicono che tutto 
Sia comunque scritto 
Quindi tanto vale che non sudi 
Nasci da incendiario 
Muori da pompiere 

Dicono che devi 
Proprio
e por batalhoes de mulatas
Rubras cascatas
Jorravam das costas dos santos

Entre cantos e chibatas
Inundando o coracao do pessoal do porao
Que
verde
Na espuma me batizei
Vim trazido numa rede
Na areia me enterrarei
Na areia me enterrarei

Ou então nasci na palma
Palha da palma no chão
know what to do
Quero encontrar pelo caminho
Um cogumelo de zebu

E descansar os meus olhos no pasto
Descarregar esse mundo das costas
Eu só quero
know what to do
Quero encontrar pelo caminho
Um cogumelo de zebu

E descansar os meus olhos no pasto
Descarregar esse mundo das costas
Eu só quero
Siamo vittime adatte per l'effetto chic
Una cosa più costa, più viene apprezzata
Una donna più è cosa, più viene ammirata

Siamo bravi a cambiare
O
verde
Na espuma me batizei
Vim trazido numa rede
Na areia me enterrarei
Na areia me enterrarei

Ou então nasci na palma
Palha da palma no chão
camaro azul
Da gusto interferir
La radio federal

La criminalidad
Que existe en la ciudad
Nunca me detendra

Buscando diversion
Paso como un avion
Atenção Creuseback
Creuseback meu filho vamos lá que vai começa a baixaria

Comer tatu é bom
Que pena que  dor nas costas
Porque o bicho é
verde
Na espuma me batizei
Vim trazido numa rede
Na areia me enterrarei
Na areia me enterrarei

Ou então nasci na palma
Palha da palma no chão
"Dicono che tutto 
Sia comunque scritto 
Quindi tanto vale che non sudi 
Nasci da incendiario 
Muori da pompiere 

Dicono che devi 
Proprio
elegante
Manda botar
Fina palha da costa e que tudo se trance
Todos os búzios
Todos os ócios

Não me amarra dinheiro não
Mas os mistérios
Arriverà quel momento che aspetti da tanto
Ma sentirai la sensazione di
Di essere a tempo

Nessuno può dirti chi sei
Difendi la faccia che hai
Na minha terra, a Bahia
Entre o mar e a poesia
Tem um porto, Salvador
As ladeiras da cidade
Descem das nuvens pro mar
E num tempo que passou ô ô
Querendo o teu pulo certo
Teu encanto
Teu porte esperto, delgado

Ser veado
Ser veado
Ter as costelas à mostra
E uma delas
Tê-la extraída das costas
costas
Com mel e dendê
Agüentam por um fio

Sofrem o bafio da fera
O bombardeiro de Caramuru
A sanha d'Anhanguera

Jêje tua boca do lixo
Escarra o sangue
cobrou ou pagou juro
Meu passado e meu futuro
Tudo vira bosta

Um dia depois
Não me vire as costas
Salvemos nós dois
Tudo vira bosta

Filé minhão,
costas
Com mel e dendê
Agüentam por um fio

Sofrem o bafio da fera
O bombardeiro de Caramuru
A sanha d'Anhanguera

Jêje tua boca do lixo
Escarra o sangue
Assumi meu erro quando estava errado
E perder você foi o aprendizado
Já virei a página das nossas brigas
Mas você me vê como causa perdida

Teu corpo
gondola costa, la gondola è solo un bel giro di giostra. 
Stefania d' estate giocava con me nelle vuote domeniche d' ozio. 
Mia madre parlava, sua madre
Depois da minha escova a gente ia pra noitada
E aquele primo não era primo nada
Você virava as costas e as coisas esquentava

Aquele seu amigo que me
cobrou ou pagou juro
Meu passado e meu futuro
Tudo vira bosta

Um dia depois
Não me vire as costas
Salvemos nós dois
Tudo vira bosta

Filé minhão,