Eu Quero Ver O mar

Marcelo Falcão Buy

FAVORITE (0 fans)

Marcelo Falcão

Marcelo Falcão Custódio (born May 31, 1973 in Rio de Janeiro) is a Brazilian musician, the lead singer of the group O Rappa. Falcão was born and grew up in Engenho Novo, Rio de Janeiro.He sang with Marcelo D2's version of "Hey Joe", popularized in the voice and guitar of Jimi Hendrix, and covered by several big names in rock and pop music in general and Seal, Paul Rodgers, Steve Ray Vaughan, Brian May, David Gilmour, commonly performed in group shows like Guitar Legends (Barcelona, 1992). more »


Year:
2019
59 Views

 Become A Better Singer In Only 30 Days, With Easy Video Lessons!

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 
 
Passei na porta da sua casa
O grafite que tinha na entrada tava massa, massa
Queria te chamar para espairecer
Pois o tempo é curto, então vamos viver
 
Deixar as besteiras de lado
Pois isso não leva a nada
Se preocupar com questões
Que sejam da sua alçada
 
Todo mundo na vida tem problemas
Vários lemas dilemas para resolver
Uns não sobrevivem nem com remédios
E aí presidente, me diz você
Se fazer de vítima, nesse país não dá
Pois te matam na rua por causa de um celular
Tentando entender e sobreviver
'Tão matando na pista
Quem era para proteger você
 
Um milagre todo dia ao acordar
Outro milagre quando você conseguir dormir
Vários serviços a nos boicotar
Mais sabemos que com fé, devemos seguir

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 

Das coisas ruins devemos nos livrar
Pra que as coisas boas venham a aparecer
Devemos nos unir
Aprender a nos concentrar
Devemos nos respeitar para sobreviver
 
Não temos nada a esperar desse tal poder
Fazem tudo para acabar com você 
Não temos nada a esperar desse tal poder
Sem saúde, sem calor, deixado para morrer
 
Não temos nada a esperar desse tal poder
Sem educação e nada para comer
Não temos nada a esperar desse tal poder
Deixam sempre nossa nação, vivendo à mercê

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar

Entre o certo e o errado, eu escolho o incerto 
Pra comungar, se misturar em outros dialetos 
Nas cores do país eu escolho o amarelo
Aos olhos do porco, eles só veem insetos 
Hoje já não existe nada mais certo 
Onde o certo vira errado, e o errado nunca será certo 
Quem não vê, quem não vê é cego 
A fome e a miséria nos pisam como um martelos
De que adianta hoje fazerem elos
Se os vermes, os piolhos tocam violoncelos 
Se libertar é sangrar no inferno
Mas jamais viver, em perigo ou flagelo 
Por interesse, exploram analfabetos 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar 

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar (derrubamos seus castelos)

Eu quero ver o mar 
Eu quero ver o mar
Eu quero ver o mar

Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos
Onde o certo virou errado, e o errado nunca será certo 
Onde o certo (derrubamos seus castelos)
Quem não vê é cego
Onde o certo virou errado, e o errado nunca será certo 

E nunca será certo 
E o errado nunca será certo 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos

Entre o certo e errado, eu escolho o incerto 
Pra comungar, se misturar em outros dialetos 
Nas cores do país eu escolho o amarelo
Aos olhos do porco, eles só veem insetos
Hoje já não existe nada mais certo 
Onde o certo vira errado, e o errado nunca será certo 
Quem não vê, quem não vê é cego 
A fome e a miséria nos pisam como um martelos
De que adianta hoje fazerem elos
Se os vermes, os piolhos tocam violoncelos 
Se libertar é sangrar no inferno
Mas jamais viver, em perigo ou flagelo 
Por interesse, exploram analfabetos 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 

Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 
Derrubamos seus castelos 
Derrubamos seus castelos 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 
Com novos pensamentos, derrubamos seus castelos 
Onde o certo virou errado, e o errado nunca será certo 
Onde o certo virou errado, seus castelos 
Quem não vê, quem não vê é cego 
Onde o certo virou errado e o errado nunca será certo

 The easy, fast & fun way to learn how to sing: 30DaySinger.com

Written by: Marcelo Falcao Custodio

Lyrics © Warner Chappell Music, Inc.

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

Discuss the Eu Quero Ver O mar Lyrics with the community:

Citation

Use the citation below to add these lyrics to your bibliography:

Style:MLAChicagoAPA

"Eu Quero Ver O mar Lyrics." Lyrics.com. STANDS4 LLC, 2020. Web. 2 Jul 2020. <https://www.lyrics.com/lyric/36052852/Marcelo+Falc%C3%A3o>.

Missing lyrics by Marcelo Falcão?

Know any other songs by Marcelo Falcão? Don't keep it to yourself!

Watch the song video

Eu Quero Ver O mar

911.1K
15,815     677

Free, no signup required:

Add to Chrome

Get instant explanation for any lyrics that hits you anywhere on the web!

Free, no signup required:

Add to Firefox

Get instant explanation for any acronym or abbreviation that hits you anywhere on the web!

Marcelo Falcão tracks

On Radio Right Now

Loading...

Powered by OnRad.io


Think you know music? Test your MusicIQ here!