Search results for tenha do de mim by o bando de maria

We've found 65 lyrics, 100 artists, and 100 albums matching tenha do de mim by o bando de maria:


Albums:

El Bando en Fuego! (Lee Press-On & the Nails) · Bando Monk (Olivier Manoury) · Con Maria Creuza, Maria Bethania y Toquinho (Vinícius de Moraes) · Maria Maria/Último Trem (Milton Nascimento) · Maria Maria [CD5/Cassette Single] (Santana) · Maria Maria [CD/Vinyl Single] (Santana) · Cacador de Mim (Roupa Nova) · Sempre de Mim (Camané) · O Melhor de Mim (Marco Paulo) · Se Diverte Ja Nao Pensa Em Mim (Roberto Carlos) – and 90 other albums »


mim? 

Viver sem ti 
É perder o teu carinho 
Meu Deus do céu 
Que será de mim?
ninguém faz
Faz parte de mim
Me inventa outra vez
Vem conquistar meu mundo
Dividir o que é seu
Mil beijos de amor
Em muitos lençóis
Só eu e você
Linda,
eles vão pensar de mim
Eu sei que vou sofrer mas tenho que esquecer
O que é dos outros não se deve ter

Vou procurar alguém que não tenha ninguém
O ronco barulhento do seu carro
A velha calça, desbotada ou coisa assim
Imediatamente você vai lembrar de mim

Eu sei que um outro deve estar falando
Vocecirc foi o maior dos meus casos
De todos os abraccedilos o que eu nunca esqueci
Vocecirc foi dos amores que eu tive
O mais complicado e o mais
quem 
Deixou de lado o tamborim 
Apesar do seu computador 
Ter samba bom, samba ruim 
Se aperto o botão, meu coração 
Há de dizer que é samba sim
Maculelê
Mas aquela curva aberta
Aquela coisa certa
Não dá pra entender
O Apolo e o Rio Subaé

Pena de pavão de Krishna
Maravilha vixe Maria mãe de
ninguém faz
Faz parte de mim
Me inventa outra vez
Vem conquistar meu mundo
Dividir o que é seu
Mil beijos de amor
Em muitos lençóis
Só eu e você
ninguém faz
Faz parte de mim
Me inventa outra vez
Vem conquistar meu mundo
Dividir o que é seu
Mil beijos de amor
Em muitos lençóis
Só eu e você
jogou fora
Fez de mim o que quis
Me usou
E depois foi embora

Deixa o tempo passar
Você vai perceber
Que fazendo o que fez
Só jogou pra perder
mim
Você foi o melhor dos meus erros
A mais estranha história que alguém já escreveu
E é por essas e outras
Que a minha saudade faz lembrar de tudo
mim
Você foi o melhor dos meus erros
A mais estranha história que alguém já escreveu
E é por essas e outras
Que a minha saudade faz lembrar de tudo
soube dela
Deus a tenha em bom lugar

Num pagode no Salgueiro, conheci a Guiomar
Me olhando de banda do canto sala
Me deu uma pala que me fez parar
Seu moço, tenha vergonha
Acabe a descaração
Deixe o dinheiro do pobre
E roube outro ladrão

Agora vou divertir
Agora vou prosseguir
Quero ver
Meu povo, preste atenção
Na roda que eu te fiz
Quero mostrar a quem vem
Aquilo que o povo diz

Posso falar, pois eu sei
Eu tiro os outros por mim
também 
A mim me resta disso tudo uma tristeza só 
Talvez não tenha mais luar pra clarear minha canção 
O que será do verso sem luar? 
O que será do
Seu moço, tenha vergonha
Acabe a descaração
Deixe o dinheiro do pobre
E roube outro ladrão

Agora vou divertir
Agora vou prosseguir
Quero ver
Maria Bethânia tu és para mim a senhora do engenho
Em sonhos te vejo
Maria Bethânia és tudo que eu tenho
Quanta tristeza
Sinto no peito
Só em
Maria Bethânia tu és para mim a senhora do engenho
Em sonhos te vejo
Maria Bethânia és tudo que eu tenho
Quanta tristeza
Sinto no peito
Só em
buscar
O sorriso e o olhar;
Em Du Barry o glamour
E para maior beleza
Dei-lhe o porte de nobreza
De madame Pompadour

E assim, de retalho em retalho
também 
A mim me resta disso tudo uma tristeza só 
Talvez não tenha mais luar pra clarear minha canção 
O que será do verso sem luar? 
O que será do
também 
A mim me resta disso tudo uma tristeza só 
Talvez não tenha mais luar pra clarear minha canção 
O que será do verso sem luar? 
O que será do
Seu moço, tenha vergonha
Acabe a descaração
Deixe o dinheiro do pobre
E roube outro ladrão

Agora vou divertir
Agora vou prosseguir
Quero ver
Seu moço, tenha vergonha
Acabe a descaração
Deixe o dinheiro do pobre
E roube outro ladrão

Agora vou divertir
Agora vou prosseguir
Quero ver
verdes
Dom Quixotes de nuestro desierto
Ê ah oh

Serafim bom de corte
Mané, João, Lourenço e Maria

Mas o tal Lourenço, dos quatro o mais novo
Era